Isolamento em Mogi Guaçu

Atualizado em

      Dados referentes a taxa de isolamento praticada no município de Mogi Guaçu durante a pandemia do COVID-19. Dados obtidos pelo Sistema de Monitoramento Inteligente do Governo de São Paulo em parcerias com as operadoras de telefonia Vivo, Claro, Oi e TIM por meio de análises anônimas e agrupadas dos dados de uso telefonia móvel. 

Histórico diário de isolamento

Fonte: Dados do SIMI-SP.

Quarentena decretada no estado de SP – Decreto n° 64.881

Decreto n° 64.959 – uso geral e obrigatório de máscaras de proteção facial, de preferência as não profissionais, em espaços públicos, no interior de estabelecimentos, entre outros.

Os estabelecimentos podem receber apenas 20% da capacidade, sendo um cliente a cada 5 m². O comércio em geral poderá reabrir das 13h às 17h de segunda à sexta e das 9h às 13h aos sábados. Já os shoppings poderão reabrir das 16h às 20h todos os dias da semana.

O horário de funcionamento do comércio e shopping é ampliado para 12 horas diárias

Mogi Guaçu volta para fase laranja durante a semana e na fase vermelha aos fins de semana e feriados.

Início da vacinação na cidade com profissionais da saúde.

Em virtude do aumento significativo da ocupação dos leitos de UTI para COVID-19 nos hospitais da cidade, em destaque os da Santa Casa, lockdown é decretado em todo município. A vigência será de 7 dias a partir de 02/03/2021. Só funcionarão serviços essenciais, restaurantes e mercados por delivery e a circulação de pessoas justificada conforme os critérios do decreto.

Lockdown no município é cancelado e fase vermelha do Plano São Paulo é decretada, assim como em todo o estado. Esta nova fase vermelha tem vigência de 06/03/2021 até 19/03/2021.

Periodo mais restritivo visando a diminuição da sobrecarga dos leitos hospitalares ocupados e diminuição na taxa de crescimento de novos contaminados pelo corona vírus.
É imposto restrição de deslocamento entre 20h-05; Fechamento das lojas de materiais de construção; Drivetrhu e retirada para estabelecimentos comerciais; Celebrações religiosas com público vetadas; Eventos esportivos de grupo proibidos e teletrabalho obrigatório para funções administrativas não essenciais.

Semelhante à fase emergencial com a liberação do funcionamento das lojas de material de construção, volta das aulas presenciais para as escolas estaduais sem obrigatoriedade. Toque de recolher continua entre 20h-05h, tal qual a proibição de eventos religiosos e práticas esportivas em grupo. Decreto determina fase vermelha até 18/04/2021.

Em relação à fase vermelha, na fase de transição (para a fase laranja) as atividades comerciais são abertas com restrição das 11h às 19h e atividades religiosas com limite de ocupação voltam a funcionar. Término da fase de transição em 23/04/2021.

Nesta fase, ocorre a reabertura de restaurantes, academias, salões de beleza e atividades culturais das 11h às 19h. Todas as atividades em aberto, incluindo atividades religiosas, devem respeitar os limites de ocupação determinados ṕelo Governo do Estado ou Prefeitura (se aplicável) e seguir as orientações sanitárias de proteção contra a COVID-19.

Atividades comerciais, restaurantes, atividades culturais, academias e salões de beleza das 06h às 20h; Celebrações religiosas funcionando com restrições; Todas as atividades abertas devem respeitar o limite de ocupação e seguir as recomendações sanitárias; Para informações mais detalhadas consulte o Plano São Paulo.

Seguem as regras da fase de transição praticada anteriormente com o aumento de uma hora no funcionamento do comércio, clubes, academias e aumento de 5% da capacidade de lotação. Válido até 23/05/2021.

Agora, a ocupação máxima dos estabelecimentos passa para 40% (aumento de 10%) válidos inicialmente até 31/05/2021 e prorrogado até 13/06/2021.

Tem alguma pergunta que não foi respondida aqui?